quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

UMA SURPRESA


Arnold Schwarzenegger Protagonizará Vilão em Avatar II

 James Cameron surpreende. Trouxe toda a equipe de atores para a Amazônia. Os atores conviveram com os indígenas Sul Americanos durante alguns dias para compreenderem melhor a cultura Na´vi e a relação dos mesmos com a floresta. Mas a maior surpresa foi o ator Arnold Schwarzenegger ter vindo junto à equipe para o Brasil. Provavelmente os rumores que especulam sobre a participação dele no segundo filme  são verdadeiros. Natural: Sai um grandalhão (Stephen Lang) e entra um maior ainda!

Segundo os rumores os Na'vis vão se juntar no núcleo de Pandora sendo como sempre os  guardiões do planeta. A corporação RDA contrata Arnold para caçar os Na'vis e garantir todo o unobtanium do planeta de uma vez por todas. Imagina um Avatar com a proporção muscular do Arnold?  Apesar de seu período na política ter feito com que ele perdesse a sua forma fenomenal, sabemos que ele pode recuperar muito rápido. Estamos falando do Arnold Schwarzenegger um dos maiores fisiculturistas de todos os tempos. Ferro bruto de supino e bombeamento de pesos é a sua droga!

 
 Dessa vez os Na´vis estão lascados! Hasta la vista, Jake! 




quinta-feira, 29 de novembro de 2012

AVATAR 2: RETORNO DE PERSONAGENS


Os personagens que certamente estarão de volta na sequência de Avatar são os seguintes: 
Jake Sully -  Elenco Principal, agora lider do clã Omaticaya. Talvez tenha filhos nesta versão.
Neytiri - Elenco Principal
Norm Spellman - Não sabemos se retornará com ou sem o seu avatar. Ele foi abatido no primeiro filme, mas o projétil claramente atinge seu ombro.
Dra. Grace Augustine - Acreditem, ela estará de volta.Talvez seu Avatar tenha recebido a consciência de seu corpo humano, mas por algum motivo, permaneceu em coma. Existem rumores de que ela ocupará posição importante no clã Omaticaya (gostei muito dessa notícia).

Também existe a possibilidade de Stephen Lang retornar como o coronel Miles Quaritch ou um clone do mesmo, pois segundo uma declaração feita em entrevista recente sobre sua possível participação em Avatar 2 e 3, Stephen Lang declarou: "Não está nada acabado enquanto eu ainda tiver DNA". Não descarto porém a idéia de Quaritch retornar como um inimigo psicológico de Jake. Uma memória residual o acusando de ter abandonado a sua humanidade mantendo o personagem em conflito.

 Ainda existe os personagens secundários que também retornarão aos seus papéis na continuação:

Max Pastel - O velho barbicha, que deu a maior moral para nossos heróis. (o nome mesmo é Max Patel, mas não resisti a piadinha)

Parker Selfridge - Não sabemos o que será desse pobre executivo vencido. Vai ser dificil explicar o prejuizo para os grandões da RDA. Foram perdidos: um Valkyrie Shuttle, dezenas de Scorpions, um Dragon Gunship, varios trajes AMPS, além de veículos de assalto, armas e vidas humanas. Aliás, a base inteira foi tomada. Olha, se esses grandões da RDA põe as mãos em Jake Sully, UUUi!

E não podemos nos esquecer que também foram perdidos todos os Avatares (cada um custa somente a bagatela de cinco bilhões de dólares). Daí agente mostra o dedo e grita pra RDA: Chora nenem!

Então, podemos esperar uma grande e emocionante aventura para 2016. Uma coisa é certa, os Secops derrotados não vão deixar barato: A vingança deles... será maligrina!!

Obs: Fica aqui um apelo para que os dubladores que fizeram o primeiro filme sejam escalados para os outros.


segunda-feira, 19 de novembro de 2012

AVATAR 2: FILMAGENS SÓ EM 2013


 James Cameron continua trabalhando no roteiro das seqüências de Avatar. Ele afirma que as filmagens não irão começar antes de 2013. A questão é: O que os fãs estão achando deste tremendo atraso? Um filme lançado em 2009 que fez uma verdadeira legião de fãs, terá a sua continuação apenas em 2015 ou 2016? O diretor afirma que está desenvolvendo novas tecnologias e esta é a razão do atraso. Eu acho que não há nada de errado com as tecnologias utilizadas no filme lançado em 2009. Acho que todo esse tempo e dinheiro gastos, seriam suficientes para que a Nasa enviasse uma missão para o sistema Alpha Centauri na vida real.

Será uma decepção esperar até 2015 para assistir uma continuação idêntica em termos de efeitos visuais. Muito enfeite acaba se tornando informação inútil causando atraso e gastos desnecessários.

Por exemplo: A proposta de criar uma câmera que filme a 60 quadros por segundo na minha opinião é um desperdício, uma vez que não fará grande efeito sobre nossa percepção (nosso cérebro capta mais ou menos 30 quadros por segundo). Estão criando tralhas tecnológicas para uma continuação que somente poderá soar tão normal (ou natural) quanto o primeiro filme, lançado a "quase" 4 anos atrás. E o que acabo de escrever em minha crítica não é elogio é a verdade: O realismo do primeiro filme (em termos de efeitos especiais) não é apenas espetacular. É simplismente perfeito. Foi algo nunca antes visto numa tela de cinema. Uma fantasia tão bem montada que soa simples e natural como a realidade. 

domingo, 4 de novembro de 2012

Stephen Lang: Fisiculturismo e Atuação


Na Academia com Stephen Lang
Como o veterano ator foi moldado para o seu papel como o musculoso
Coronel Quaritch na fantasia Avatar.


            Os fãs do ator Stephen Lang precisam ser compreendidos caso estejam se perguntando se o perfil bombadão do ator em "Avatar" é produto de computação gráfica. O sucesso de ficção científica, afinal de contas, inovou pelo uso de tecnologia digital, que retrata os movimentos de um ator como uma imagem gerada por computador. E o personagem de Lang, o coronel Miles Quaritch, parece maior que na vida real. A New York Times em matéria sobre "Avatar" chamou Quaritch de "uma caricatura da masculinidade", e observou que Lang fez o papel "como um homem faminto por carne".
Na verdade, foram doses de proteína, pois o físico de Lang em "Avatar" não foi esculpido pela magia do cinema, mas por horas de treinamento disciplinado de três a cinco vezes por semana durante oito meses. James Cameron queria construir a granel o Coronel Quaritch, para mostrar o contraste vivo entre o caráter ameaçador e as criaturas nativas chamados Na'vi que habitam a utópica e distante lua Pandora. Com seu treinador Doug Sedlmair, Lang voltou recentemente a academia o MT. Kisco, New York, saúde e fitness club, onde ele treinou para o filme, para lançar luz sobre seu regime de fitness e dicas de ações.

 "Em Avatar, eu estava interessado em criar tamanho", Lang, 58 anos, explica. "As formas de vida em Pandora são muito curvilíneas, fluentes e flexíveis, eles são quase líquido. Com Quaritch, que representa o  outro lado do espectro, “nós queríamos fazer algo que mostrasse ângulos retos, sólido, metálico, agressivo e perigoso. Isso foi fundamental e tivemos que considerar o visual, a maneira que eu usava minhas roupas, que são de um tamanho muito apertado, porque queremos os músculos destacados. Já as cicatrizes em minha cabeça, são quase divisas. Assim, os exercícios foram realmente voltados para maximizar o meu tamanho e os ângulos retos. Isso tudo foi dito em uma audiência sobre o filme Avatar.

Do Dojo de Karate para Pandora

O interesse Lang em saúde e fitness não começa ou termina com "Avatar". Durante grande parte da década de 1980, ele frequentou um dojo de karatê na Mercer Street, em Manhattan. Ele credita as artes marciais, desde a concentração necessária para montar sua moto Kawasaki, com a adição de foco e disciplina a sua atuação. Ele deixou o karate quando "o trabalho aumentou", diz ele, "eu acho que o que me induziu a decidir que eu queria sair foi o tempo. Quanto mais fundo você entrar no karate maior a responsabilidade que você tem de continuar. É uma daquelas disciplinas que podem assumir a sua vida. Eu cansei da luta”.

Stephen Lang: Atuar não é Terapia

Stephen Lang inclina-se para remédios naturais, preferindo exercício sobre a cirurgia, por exemplo, para ajudar um ombro artrítico esquerda. "Eu sempre procuro algo mais orgânico", diz ele. Ele pratica yoga, é um defensor da acupuntura e extrai benefícios terapêuticos disso.
"Mas eu também sei que atuar não é terapia, eu não confundo para tal", diz Lang. Se você é um ator ou não, para usar toda a gama de emoções que você tem, alegria e tristeza e riso, e se colocar em situações dramáticas de ficção, onde você está criando emoção real eu acho que tem um grande valor para as pessoas". A atuação lhe oferece uma maneira de explorar as nuances de bravura e coragem. "Eu sempre fui interessado em tais conceitos, e a atuação me deu uma chance para articular alguns desses temas em espécie de uma situação controlada, de forma segura. Pode-se dizer talvez que não seja uma forma real, mas, no entanto, as emoções ou sentimentos são, de fato real. Faz-me mais completo. "
Em seu papel em "Avatar" como o coronel Miles Quaritch, Lang encontrou um personagem de múltiplas camadas com dimensões muito mais além do inimigo implacável das criaturas que habitam Pandora. É graças à atuação de Lang termos um Quaritch tipo "justiça residual", cinéfilos não reagem ao personagem com ódio.
"O conceito de honra é muito importante para ele, confiança e traição", diz Lang de Quaritch. "Ele vem para esta situação já como uma vítima. Ele tem sido desumanizado muito antes do início do filme, (eu e Jim [Cameron] achamos) não que Quaritch em muitos aspectos apresente algumas qualidades muito finas. Ele é um homem de palavra, e de forma clara. "Mas o que aconteceu com ele é que, através de tudo o que ele aprendeu como dever, país, honra, seja lá o que for, ficou tão torcido nas guerras sujas da Terra que a essencia dele acaba por ser queimada em vez de fazer parte de sua alma.  O que resta é uma função pura. Então, eu tenho um monte de sentimento por Quaritch."
Se ele está fazendo Quaritch ou outro personagem, Lang encontra algo de sua vida para meditar:. "Você é um produto de toda a sua experiência e todos os seus pensamentos e toda a sua dor, e tudo isso é útil", diz ele. "Depois que você fizer um bom treino, você se sente de alguma forma que descarregou um monte de coisas, você se sente completo é um bom tipo de cansaço.

Massa muscular e balanceamento
Lang começa cada treino com 24 minutos de aquecimento que inclui caminhada rápida, pular corda e se exercitar em uma parede inclinada. Após o aquecimento, conta o treinador de Lang, "nosso objetivo era deixa-lo tão forte quanto possível durante a fase inicial. O treinamento de peso que ele fez foi muito duro e intenso. Nós trabalhamos muito a cada momento. Ele colocou 100% tentando atingir grupos musculares individuais. Nós passamos um treino inteiro apenas trabalhando peito, outro treino inteiro apenas a trabalhar suas costas, um outro sobre as pernas. "

A exceção foi quando Lang estava tentando queimar gordura e aumentar a sua frequência cardíaca na fase final do seu treino com um chest press, que também trabalhou as pernas, abdômen, ombros e tríceps. "Quando ele terminou a fase do exercício intenso, ele estava em forma fenomenal", Sedlmair diz, "não apenas em termos de estética, mas sua saúde, sua fluência cardiovascular, o nível de condicionamento físico, o equilíbrio, a sua a força como um todo, tudo estava no mais alto nível. "
O tempo Lang levava para descansar era tão importante quanto os exercícios próprios. Se você está trabalhando o seu peito na segunda-feira, Sedlmair diz, não o faça novamente até quinta-feira. Lang aplica o conselho de seu treinador fielmente. "Essa é uma das coisas que captei do Doug, e eu corro com ele", diz Lang, notando que ele não exercita bíceps e tríceps no mesmo dia. "Às vezes eu combino bíceps e antebraços, e no dia seguinte faço tríceps..
Além de ingerir hidratos de carbono para construir a maior parte na fase inicial, Lang vem consumido uma série de produtos de nutrição esportiva. Para combater a fadiga e ajudar a aumentar a energia, ele tomou o extrato de chá verde com cafeína natural. O ator suplementou sua dieta com soro proteína isolar 100% para garantir que ele estava a toda. "Quando você está malhando, seu corpo é como uma esponja e é aí que ele precisa desses nutrientes a mais, porque é quando você está construindo musculos", diz Sedlmair.

Quando as de filmagens de "Avatar" se aproximaram, Sedlmair cortou carboidratos para deixar Lang tão magro quanto possível. Em vez de carboidratos, se concentraram nas proteínas para ajudar a preservar os músculos que o ator tinha desenvolvido. Ao mesmo tempo, Sedlmair fez Lang passar por um regime de treinamento cardiovascular poderoso de força e resistência.  
"Para diminuir sua gordura corporal, mas para manter os músculos nos certificamos de que os exercícios que estavam fazendo eram de longa duração, diz Sedlmair. Assim que o corpo de Lang estava queimando gordura ao invés de músculos para gerar energia, as sessões duravam mais de uma hora, mas em intensidade baixa.
“Isso foi bom para me aprimorar, porque eu não sou hoje tão grande ou tão forte quanto eu já fui", diz o ator. "Eu estou, provavelmente, dez quilos mais leve do que há dois anos. Eu tento ficar em 170. Agora eu tenho provavelmente 167. Eu acho que é bom ficar cinco ou seis libras abaixo do peso, porque é muito fácil engordar", ele acrescenta com uma gargalhada. "Isso também significa que no fim de semana eu posso realmente relaxar, tomar um par de bebidas e comer as coisas que você deseja comer, porque a vida é curta."